Vivências na arte

Objetivo: Propiciar vivências no campo da Arte, entendendo-a como patrimônio do Espírito, evocando o potencial artístico de cada um através do processo criativo, ampliando a perspectiva do diálogo entre a Arte, Doutrina Espírita e as nossas vidas.

Descrição: O curso se destina a atender todo aquele interessado em mergulhar no universo da Arte, experimentando os variados saberes artísticos em intercessão com o conhecimento espírita. O programa prevê várias atividades, reflexões e vivências artísticas em consonância com essa proposta e está dividido em quatro módulos:

 

1) SER: Refletir sobre a possibilidade artística dentro de nós, compreendendo as dimensões da Arte no processo de auto-conhecimento e mergulhando nas possibilidades da Arte em nós mesmos.

2) PERTENCER: Reconhecer a manifestação da Arte no mundo, ressignificando as relações com o cotidiano e o olhar para a vida através da perspectiva da Arte.

3) EXPERIMENTAR: Vivenciar as variadas possibilidades das expressões artísticas a partir das vivências nos diversos campos do saber artístico.

4) CRIAR: Fomentar o processo criativo e o compartilhamento das experiências artísticas.

Helen Estrela, Kelly Martins e Ricardo Leite. 

– Idade mínima: 15 anos.

O curso será subdividido em 3 Etapas:
1ª Etapa

Objetivo: Mergulhar nas possibilidades artísticas que existem em cada um de nós.

– Idéias básicas:

  • Reflexão do Eu
  • Imersão na arte
  • O fazer artístico
  • Auto-conhecimento
  • Descobrindo potencialidades da alma
  • Sensibilização

2ª Etapa

Objetivos: Ampliar a visão da arte em seus respectivos contextos. Entender o processo histórico artístico e a sua intercessão com nossas trajetórias.

– Idéias básicas:

  • O Eu-no-Mundo
  • Pertencimento
  • Análise crítica da sociedade
  • O tempo na transformação do ser e na criação
  • Consciência da transformação pessoal e sua influencia na transformação do outro

3ª Etapa

Objetivo: Estimular o processo criativo nos participantes.

– Idéias básicas:

  • O Eu criador
  • Expressão, criação
  • Reconhecimento e prática da arte como recurso evangelizador na transformação moral do ser
  • Reconhecimento dos potenciais criadores
  • Estimulação do processo de transformação do outro através da evangelização.
  • Momentos de troca

Get Adobe Flash player